A gonorréia, também chamada de esquentamento ou blenorragia, é uma DST (doenças sexualmente transmissíveis) causada por uma bactéria chamada Neisseria Gonorrheae, que infecta especialmente a uretra, canal que liga a bexiga ao meio externo.

Apesar de ser uma doença relativamente comum ela é transmitida com facilidade e causa vários problemas, como mostraremos neste post.

 

A bactéria

Neisseria Gonorrheae

Neisseria Gonorrheae

 

A Neisseria gonorrhoeae ou gonocono, como é chamado popularmente, é uma bactéria com um formato diplococos medindo cerca de 1 micrometro. São Gram-negativa. Elas gostam de ambientes quentes e úmidos, por isso é comum aparecerem nas partes intimas da pessoa, no olho ou então na garganta, dependendo de como foi a transmissão. Ele costuma infectar principalmente as células cilíndricas da uretra, poupando geralmente a vagina e útero, cujos epitélios são de células escamosas.

O fator mais importante de virulência do gonococo é a existência de pílios e da proteína. Estas estruturas permitem à bactéria permanecer aderente à mucosa do trato urinário, resistindo ao jato da micção.

Gonorréia no olho

Transmissão

Pode haver transmissão da gonorréia durante sexo vaginal, oral ou anal com um parceiro infectado. Se a mulher grávida tiver gonorréia, ela pode transmiti-la ao olho do bebê durante o parto

Sintomas

Em homens os sintomas geralmente aparecem de 2 a 10 dias após a infecção e em alguns raros casos chega a 30 dias. Após isso começa uma sensação de

Secreções

queimação ao urinar; ou uma descamação amarela ou verde no pênis. Algumas vezes homens com gonorréia ficam com testículos doloridos. Se não for tratada, a gonorréia em homens pode ocasionar complicações na próstata, epididimite (inflamação dos testículos) e em raros casos infertilidade.

Nas mulheres os sintomas da gonorréia são geralmente moderados, porém cerca de 70% das infectadas não apresentam sintomas. Os sinais e sintomas iniciais incluem sensação de queimação ao urinar e aumento do escoamento vaginal ou sangramento vaginal entre os períodos menstruais. Mulheres com gonorréia sofrem o risco de desenvolver complicações sérias independentemente da presença ou severidade dos sintomas. Sintomas mais avançados, os quais podem indicar o desenvolvimento de doença inflamatória pélvica que incluem cólicas, dor, sangramento fora do período de menstruação, vômito e febre e também pode causar infertilidade. Mulheres grávidas que passam gonorréia para o os olhos do bebê durante o parto pode causar cegueira, infecção nas articulações e no sangue que pode ameaçar a vida dele.

Prevenção

O melhor jeito de prevenir qualquer DST, inclusive a gonorréia, é usando preservativos, como a camisinha, ou ter uma relação monogâmica de longo prazo com uma pessoa testada e que você saiba não estar infectado. Mulheres grávidas devem consultar um médico para exame apropriado, testes e tratamento se necessário.

Ao aparecimento de qualquer sintoma que possa indicar gonorréia, deve-se parar de ter relações sexuais e procurar um médico imediatamente. Caso a pessoa seja diagnosticada com gonorréia, ela deve informar seus parceiros sexuais recentes para que eles procurem um médico e possam ser tratados.

Tratamento

Variedades resistente de gonorréia estão aumentando em várias partes do mundo e o tratamento está ficando mais difícil. Geralmente o médico prescreve uma dose única para o tratamento da doença. Caso a mulher esteja grávida, ou tiver menos de 18 anos de idade, ela não deve ser tratada com certos tipos de antibióticos. Uma vez que muitas pessoas com gonorréia também têm clamídia, outra doença sexualmente transmissível, antibióticos para ambas são geralmente dados juntos.

Os sintomas costumam parar dois dias depois do inicio do tratamento, mas é importante continuá-lo ate o fim. Embora a medicação interrompa a infecção, não irá reparar qualquer dano permanente ocasionado pela doença. Pessoas que tiveram gonorréia e foram tratadas podem ter a doença de novo se tiverem contato com pessoas infectadas. Os médicos recomendam não ter qualquer relação sexua

l no período do tratamento.

Curiosidades

  • Gonorréia é a segunda doença sexualmente transmissível decorrente de bactéria mais comum nos EUA, depois da clamídia.
  • A gonorréia causa infertilidade em cerca de 10% das mulheres atingidas
  • A palavra gonorréia vem do grego e significa derramamento de sêmen.
  • Acredita-se que o mercúrio já foi usado para o tratamento da gonorréia. Fala-se que usavam uma seringa para injetar o mercúrio através do meato urinário.
  • Foram encontradas descrições da doença em escritos do imperador chinês Huang Ti de 2637 AC.

Bibliografia

http://www.copacabanarunners.net/gonorreia.html

http://www.saudeesportiva.com.br/gonorreia.php

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gonorreia

http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=3241&ReturnCatID=1802#Quais são os sintomas

http://www.drauziovarella.com.br/ExibirConteudo/2124/gonorreia

http://www.news-medical.net/health/Gonorrhea-History-(Portuguese).aspx